menteflutuante

Archive for julho 2010

Para quem é das redondezas de Francisco Morato e Região não pode deixar de visitar o Pico do Olho d’Água em Mairiporã. Lá é um ótimo lugar para visualizar o pôr-do-sol e tirar lindas fotos.

Eu consegui tirar algumas com o Alex Paes.

Segundo Sol

 Confira mais em http://www.flickr.com/photos/menteflutuante/

Macabéa por @bettosouza

Macabéa é uma personagem de “A Hora da Estrela” de Clarice Lispector uma escritora introspectiva que foca na “descoberta do eu” em suas personagens, abordando sempre o momento em que suas personagens tomam consciência de si mesma.

Macabéa é uma mulher nordestina que perdeu sua única parenta e resolve vir para o sudeste do país em busca de uma vida melhor.

Macabéa parece ser uma mulher triste, solitária, miserável e vazia, mas na verdade ela é uma mulher sensível e humana, que sofre, sonha em ser uma estrela de Hollywood, acredita em um amor e é enganada por ele. Ela tem tudo para ser infeliz, é uma mulher abandona e esquecida da sociedade, ela não conhece a si mesma, sempre questiona, mas não tem quem possa respondê-la. Com tantas malevolências, sua cara abatida, esconde sua felicidade interior. Sim, ela é feliz consigo mesma e sua beleza não muito favorável, às vezes destaca-se por uma pequena vaidade com um simples batom vermelho.

Então eu me pergunto, seria Macabéa uma mulher moratense?

Qual a mulher moratense que não veio ou tem um pé no nordeste? Qual não teve uma vida sofrida na infância e continua a batalhar quando adulta? Assim como Macabéa, a mulher moratense é sensível, deseja ser uma estrela global, assim como Macabéa deseja ser uma estrela de Hollywood. As mulheres moratenses têm seus desejos, suas vaidades, muitas vezes não conhecem a si, mas mesmo sem saber porquê, simplesmente vivem e esforçam-se para viver e têm esperança no futuro. São mulheres de fé.

Macabéa é o retrato de uma Mulher Moratense, as moratenses não estão nos livros, mas têm suas histórias.

Esse texto foi mais uma contribuição para o Informativo Ôxe da cidade de Francisco Morato. Para baixar o arquivo na integra acesse http://tinyurl.com/2afa7mw

Tags: