menteflutuante

Archive for abril 2010

Nativas, guerreiras e sensíveis

Avatar é um filme muito comentado nos últimos dias, devido a sua alta tecnologia feita em 3D com grande produção gráfica. Com tantos comentários, imaginava eu que Avatar seria indicado pelo Oscar como melhor filme, ao ver o resultado, decepção total quando soube que Guerra ao Terror era o grande campeão, não que eu não gostasse desse filme, na verdade eu não havia assistido nenhum dos dois, mas tinha lá minhas expectativas, já que sempre ouvi todos comentarem sobre Avatar e nunca sobre Guerra ao Terror.

Fui então assistir Avatar e ver o porquê de não ter ganhado a sua estatueta de Melhor Filme. A conclusão é simples, apesar do todos os recursos tecnológicos, Avatar não corresponde ao telespectador tratando-se de roteiro, mas sim um grande filme para uma nova forma de cinema, o 3D. A história é apenas um romance com aventura onde o telespectador já sabe que as personagens principais vão ficar juntas no final do filme.

Mas enfim, mesmo sem um roteiro espetacular, podemos notar que Avatar é um filme atual, não apenas por seus recursos tecnológicos, mas por levar a Ecologia como tema de fundo. É interessante notar a relação dos Na’vi com a natureza, o contato e energia que eles têm com ela, é uma relação ausente na sociedade atual.

O roteiro onde o imigrante se apaixona pela nativa e a relação que os mesmos têm com a natureza foi o que me levou a pensar, não seria Avatar inspirado em Iracema de José de Alencar?

Iracema é uma prosa indianista brasileira escrita por José de Alencar na era do Romantismo.

Em Iracema a heroína é idealizada e vista com grande perfeição, Martim é o 1º colonizador português e o Segredo da Jurema e um lugar onde tem o chá ou ópio, líquido alucinógeno encontrado no lugar de sentido sagrado para os índios.

O mesmo acontece em Avatar, Neytiri é uma guerreira filha do “Dono” da Tribo assim como em Iracema, Jake seria Martim, o imigrante que se apaixona pela nativa e o Segredo da Jurema seria Eywa, o lugar também sagrado onde existe a primeira relação entre as personagens.

Outro aspecto interessante é que Iracema é um Anagrama de América e representa a mata virgem, ou seja, na verdade o romance é só um plano de fundo para a história da colonização do Brasil, onde colonizadores invadem o país, quebram a pureza da nova terra e a deixam de qualquer jeito.

Em Avatar, também é possível notarmos esse choque entre as civilizações e a exploração do meio-ambiente. Os homens que já dominaram tudo em sua terra, estão em busca de novas riquezas para exploração em outra nação, mais uma vez de forma bruta e inconsequente.

Resumindo:

Ambas as histórias destacam aspectos importantes, a relação entre o homem e a natureza, seja pela sua transmissão de energia ou pelo seu uso exploratório em busca de riquezas.

Anúncios